17 de março de 2023 | Nº 258
 

ESSÊNCIA VAZIA

"Já encontraram, vocês, seres totais? Talvez seja um ideal. Eu nunca vi nenhum. Eu não sou total, não. Nem vocês. Se fosse total, estaria cada um no seu canto, total, não estaríamos aqui juntos, tentando organizar-nos, como se diz. E o sujeito, não em sua totalidade, porém em sua abertura." (Jacques Lacan, Seminário II).

Com essa frase de Lacan, Jorge Forbes deu o tom para a abertura do nosso ano letivo de 2023 em sua conferência inaugural, destacando o ponto no qual se fundamenta a psicanálise: a essência vazia do ser humano. A partir dele se erguem todas as outras questões, seja da psicanálise, como da arte, da filosofia, do direito, etc... Se nossa essência é incompleta, frente a esse buraco há uma liberdade total, onde tudo se quer e tudo pode, ou há um ponto de basta?

É sob essas notas que compomos esta newsletter.

Boa leitura.

  Essência vazia
Nesta edição:

Vivemos num mundo "Tudo em todo lugar ao mesmo tempo"?

No Curso da TerraDois desta semana, Jorge Forbes comentou brevemente os dois filmes que foram destaques do Oscar, o ganhador da estatueta de melhor filme, "Tudo em todo lugar ao mesmo tempo", e "Nada de novo no front". Assista à primeira e à segunda parte do comentário no Instagram.

Tempo de leitura 5 min
 

"Existirmos: A que será que se destina?"

Em sua obra recente "La vie heureuse – Sagesses anciennes et spiritualité laïque" (ainda sem tradução no Brasil), Luc Ferry debate acerca da "revolução da longevidade" que nos promete viver 150 anos ou mais. E nos deixa com a pergunta: frente ao alongamento da vida, o que fazer com ela? É o que articula Talyta Carvalho neste artigo - no site.

Tempo de leitura 10 min
Sábados no IPLA: Linguagem, corpo e sexualidade em psicanálise
© 2012-2023 IPLA. CC alguns direitos reservados.