21 de maio de 2021 | Nº 233
 

O Furo

O furo ou buraco nos deixa embasbacados. Pode trazer novidade: O furo jornalístico. Ou pode nos deixar a pé: Você furou comigo! Caímos em buracos e saímos de buracos. Sobre os outros, perguntamos espantados: Em que buraco se meteu?! Há o mistério do buraco negro. Sem o furo, estoura a panela de pressão. O furo também tira o valor: Não vale um tostão furado. O buraco faz o queijo suíço. Os furos do corpo determinam tipos de pulsões: oral, anal, fálica, genital, voz e olhar. Há os furos que praticamos no corpo: nas orelhas, no nariz, na boca e em tantos outros lugares. O furo está na essência de nossa vida.

 

  O Furo
Nesta edição:

FIAT TROU! Os furos que dei na vida

Vivemos no mundo do incompleto; o completo está furado. Mais do que isso, o furo nos constitui, com ele estamos sempre a lidar. Fiat Trou, faça-se o furo, é uma expressão do ultimíssimo ensino de Lacan, "é outra maneira de dizer 'que seja a fala do Inconsciente'". É o que aborda o novo minicurso online do IPLA, que conta com conferência inaugural de Jorge Forbes. Inscreva-se.

*Ganhe 30% de desconto até 01/06 usando o cupom FIATTROU30

 

A Memória em TerraDois

Freud mostrou que há um furo em nossa memória. "Ela não é uma simples função de armazém onde algo é deixado e depois 'retirado' um dia", comenta Camilo Ramírez, em artigo publicado no México. Hoje, em TerraDois, o furo se alarga, e vemos que, para além das Fake News, há o que Lacan chamou de Verdade Mentirosa. Leia o artigo completo no site.

Tempo de leitura 10 min
Podcast: De Freud a Lacan - novos episódios toda terça-feira
© 2012-2021 IPLA. CC alguns direitos reservados.