23 de abril de 2021 | Nº 231
 

LACAN 120 ANOS

Esse mês celebramos os 120 anos de Jacques Lacan, nascido em 13 de abril de 1901. Juntamente com o início do século XX, ele foi, como diz Jacques-Alain Miller, no documentário Um Encontro com Lacan, um homem de seu tempo e um pouco à frente.

Tendo dedicado sua vida a recuperar e defender a virulência da descoberta freudiana do inconsciente, como alguém "que lutava, com uma coragem assombrosa, contra o enigma da psicanálise" (descreveu Gilles Lapouge) - Lacan percebeu, em seus últimos anos, a mudança no relevo social que se anunciava. Foi Lacan que "pôs futuro na psicanálise" (Jorge Forbes).

No pouco tempo de vida que lhe restava, correu para construir sua teoria, deixando uma catedral de Gaudí para quem seguir com a pergunta: que caminho para a psicanálise no século XXI? É por onde se aventura o artigo de Letícia Genesini, nessa newsletter. É também o que nos propomos a fazer no IPLA.

 

  Lacan 120 anos
Nesta edição:

Paixão de Lacan

"Lacan era apaixonante, é isso que quero dizer". Em celebração aos 120 anos de Jacques Lacan, trazemos o texto do escritor e crítico francês, Philippe Sollers, publicado originalmente no Le Monde, em 2001, na ocasião do centenário do psicanalista. No site.

Tempo de leitura 15 min

 

 

O Poeta, o Sentido e a Pedra

Já disse Freud, não há um caminho por onde passe a psicanálise, em que não tenha passado antes um escritor. Em 1967, Carlos Drummond de Andrade, escreve "Uma Pedra no Meio do Caminho", 10 versinhos que até hoje incomodam por sua falta de consenso. O que o gesto do artista pode nos falar da psicanálise do século XXI? Leia no artigo de Letícia Genesini, no site.

Tempo de leitura 15 min
Minicurso em 3 aulas: Por que Jacques Lacan?
© 2012-2021 IPLA. CC alguns direitos reservados.