9 de abril de 2021 | Nº 230
 

A Verdade, a Justiça e o Intangível

Em uma sociedade estática, acreditávamos ter certezas universais. O mundo variável de TerraDois, porém, coloca em evidência a nossa dúvida. Multiplicam-se as verdades, os modos de ser, mas também as angústias. "A sociedade clama por verdades estáveis, garantidas e claras, tal qual um analisando o faz ao se deparar com a instabilidade de sua identidade", comenta Jorge Forbes.

Sabendo que estamos vivendo em um novo mundo, Jacques Lacan cria sua segunda clínica, a Clínica do Real, e com isso, as bases de uma psicanálise que pode operar na incerteza, frente a impossibilidade de tudo saber. Fica agora a pergunta, as grandes instituições sociais seguirão operando para um mundo que não mais existe, ou farão um esforço criativo de se equilibrar no intangível?

 

  A Verdade, a Justiça e o Intangível
Nesta edição:

Common law, civil law, juízes e psicanalistas no mundo contemporâneo

O ofício jurídico, hoje, não demanda somente o conhecimento e a habilidade de interpretar as leis, mas, cada vez mais, criatividade. Parece se aproximar da máxima lacaniana que diz que na psicanálise há princípios, não standards. O artigo de Dorothee Rüdiger discute questões do direito, da política e da justiça no mundo globalizado. Leia no site.

Tempo de leitura 20 min

 

 

Verdade Mentirosa

"A pós-verdade indica o fato de que nem tudo pode ser colocado na tabela do verdadeiro ou do falso". No entanto, TerraDois, um mundo baseado em uma verdade incompleta — ou, como chamou Lacan, uma "Verdade Mentirosa" — exige um tipo especial de responsabilidade frente ao acaso e à surpresa. Assista ao vídeo de Jorge Forbes, no Instagram.

Tempo de leitura 5 min
Combo online: A psicanálise de Freud a Lacan
© 2012-2021 IPLA. CC alguns direitos reservados.