De Freud a Lacan na Psicanálise Contemporânea

O curso apresenta as bases da psicanálise em Sigmund Freud, o seu avanço em Jacques Lacan, e sua aplicação na clínica contemporânea.

Seu programa se divide em quatro partes: a duas tópicas do inconsciente de Sigmund Freud, e as duas clínicas desenvolvidas por Jacques Lacan, que inclui a Clínica do Real, aquela que mais responde aos impasses da pós-modernidade.

Nos primeiros anos dedicados à descoberta do inconsciente do desenvolvimento da psicanálise como seu método de interpretação, Sigmund Freud serviu-se de um modelo relativamente simples do aparato psíquico, no qual localiza  o inconsciente, o  pré-consciente e o consciente.  A partir de 1923  introduziu uma representação psíquica com três instâncias:  Ego, Id e Superego. Assim, deu conta da insistência do sintoma. Percebendo a satisfação que se encontra numa repetição, Freud reconfigurou os limites e os fins da análise. Incluiu, finalmente, em sua concepção do inconsciente o impossível de ser analisado. 

Jacques Lacan tomou para si a tarefa de encontrar respostas clínicas para as diversas expressões desse impossível. Relendo seu percurso, nele distinguimos duas clínicas, com fundamentos, formalizações, manejos e orientações diferentes, que estabelecem, entre si, relações complexas. A primeira, dos vinte anos iniciais de seu ensino, corresponde a seu “retorno a Freud”. Nela, as estruturas clínicas, isto é, neurose, psicose e perversão,  se ordenam em torno do pai. A segunda clínica, elaborada nos últimos dez anos de ensino de Lacan, responde às mudanças da globalização, da emancipação das mulheres e da consequente demanda por uma teoria psicanalítica sobre a sexualidade feminina. Considerando a impossibilidade de decifrar os novos sintomas, Lacan toma a experiência do encontro com o Real como paradigma.

O curso será realizado em duas principais partes: uma dedicada a Freud, outra a Jacques Lacan e suas clínicas.  Para estruturá-las, recorremos a divisões significativas nas duas elaborações. Em Freud, privilegiamos a diferenciação entre suas duas tópicas. Em Lacan, a construção de suas duas clínicas: a primeira, do simbólico, e a segunda, do Real.

INSCRIÇÕES

As inscrições devem ser feitas através da plataforma da Manole Educação.
Clique no aqui para acessar e se inscrever.

FORMATO DO CURSO

O  Curso De Freud a Lacan na psicanálise contemporânea pretende em um ano explicar as bases da psicanálise em Sigmund Freud e o seu avanço em Jacques Lacan a partir da perspectiva teórico-clínica psicanalítica. Para tanto propõe um programa de quatro unidades com aulas que dão acesso à compreensão das duas tópicas do inconsciente de Sigmund Freud e das duas clínicas desenvolvidas por Jacques Lacan e de sua aplicação clínica.

  • 20 aulas gravadas e disponibilizadas na plataforma da Manole Educação
  • 5 conferências de Jorge Forbes
  • Fórum de apoio para dúvidas
  • Podcast de aprofundamento

A QUEM SE DESTINA

O curso  destina-se a todos que possuem sensibilidade com o sofrimento humano  e desejam conhecer a  obra de Sigmund Freud e de Jacques Lacan.  Com uma linguagem acessível, pretende  transmitir os conceitos fundamentais da psicanálise não somente para psicólogos e médicos, como também a interessados das mais diversas formações profissionais.  No entanto, o curso não se destina exclusivamente aos iniciantes na teoria que trata do inconsciente. Psicanalistas e pessoas já versadas na psicanálise, com ou sem experiência clínica, são  igualmente bem vindos para as aulas desse curso.  Estas são baseadas numa releitura dos principais textos de Freud e Lacan com ênfase na prática da psicanálise.

PROGRAMA DO CURSO

1: SIGMUND FREUD: A DESCOBERTA DO INCONSCIENTE E A PRIMEIRA TÓPICA

O primeiro curso trata da descoberta do inconsciente  e de suas formações – sonho, chiste , ato falho e sintoma.  Dá uma introdução sobre a técnica psicanalítica tal como aplicada por Sigmund Freud para , finalmente, abordar o Complexo de Édipo, chave de compreensão do inconsciente freudiano.

Tema da AulaAula
Aula Inaugural de Jorge Forbes 01
Da catarse à psicanálise: Estudos sobre histeria e a transferência02
Traumatizados pelo Pai: homens e mulheres marcados pela castração 03
“Se não consegues convencer os deuses, mova o submundo”: conversar com sonhos, chistes, atos falhos e sintomas04
A sexualidade humana marcada pelo desejo05

2: SIGMUND FREUD: DESAFIOS CLÍNICOS PARA A  PSICANÁLISE  E A SEGUNDA TÓPICA

No curso dois, os docentes realizam uma releitura dos  textos escritos por  Sigmund Freud que são de suma importância para a psicanálise contemporânea. Dentre outros, destacam-se Além do Princípio do Prazer e Análise terminável e interminável,  que dão acesso à metapsicologia freudiana.

Tema da AulaAula
Conferência com Jorge Forbes06
Sonhos de soldados e o carretel de linha: além do princípio do prazer07
O horror à castração e o repúdio ao feminino: análises termináveis e intermináveis 08
O inconsciente e a lei: Totem e Tabu e o Mal-estar na civilização09
O psicanalista e o superego10

3: JACQUES LACAN: A PRIMEIRA CLÍNICA – CLÍNICA ESTRUTURAL

É do retorno a Sigmund Freud  empreendido por Jacques Lacan pelos conceitos da linguística e do estruturalismo e de suas consequências clínicas que trata o terceiro curso do ano.  Conceitos lacanianos,  tais como “sujeito do inconsciente”, “desejo do Outro” e “objeto causa do desejo”,  serão assuntos das aulas que têm como objetivo levar à compreensão do porquê,  para Jacques Lacan, o “inconsciente é estruturado como uma linguagem”.  

Tema da AulaAula
Conferência com Jorge Forbes11
A clínica lacaniana: duas notas sobre a criança12
O sujeito do desejo e as estruturas clínicas13
O tempo lógico do inconsciente14
O desejo do analista na direção do tratamento15

4: JACQUES LACAN: A SEGUNDA CLÍNICA  – CLÍNICA DO REAL

Tema da AulaAula
Conferência com Jorge Forbes16
Novos sintomas: palavras curto-circuitadas17
O ser falante e seu estilo singular: arriscar uma vida qualificada18
A clínica do Real e seus bisturis19
Conferência de encerramento de Jorge Forbes20

O quarto e último curso do ano traz os  fundamentos dados por Jacques Lacan para a psicanálise do homem do século XXI. Trata da “clínica do Real”, criada em meio à crise da sociedade pai-orientada, para dar conta de novos sintomas clínicos  e, principalmente,  da sexualidade feminina. Temas tais como a diferença radical entre homens e mulheres, expressa no aforismo lacaniano “Não há relação sexual”  e seus desdobramentos clínicos são temas desse curso.

DIFERENCIAIS:

  • Facilidade de compreensão dos textos de Sigmund Freud e Jacques Lacan;
  • Visão da prática, conquistas e impasses da psicanálise no dia a dia;
  • Direcionamento para psicanalistas e todos aqueles que querem ter um acesso à psicanálise;
  • Aulas ministradas por psicanalistas  com grande experiência didática e clínica;
  • Chat ou, alternativamente gravação de perguntas e respostas postadas por podcast com participação de alunos e docentes;
  • Elaboração de materiais complementares, partilhados em redes sociais e em grupos de discussão;
  • Monitoria disponível full-time para encaminhar as dúvidas dos participantes e auxiliá-los no que for necessário.
  • Aula inaugural de cada bimestre ministrada por Jorge Forbes.